Volta às aulas: Coloque frutas nas lancheiras das crianças

Alimentação Saudável, Artigos

Saiba como montar um lanche saudável para a volta às aulas

Com a volta às aulas chegando, chega também a hora de começar a se preocupar com a alimentação da criançada fora de casa.
Opções não faltam, sucos e achocolatados de caixinha, bolachas, lanchinhos, tudo está à nossa disposição no supermercado, para deixar o dia a dia mais prático. Mas praticidade nem sempre é saúde!
Muitas vezes, acabamos precisando abrir mão de um pouco de tempo para preparar melhor a lancheira dos pequenos, com mais frutas e alimentos naturais.

Como evitar a oxidação das frutas

A maioria das pessoas evitam levar frutas como lanchinhos pelo fato delas escurecem devido ao calor e, na maioria das vezes, por estarem cortadas, mas um fato interessante é que o escurecimento das fruta não altera nenhuma propriedade que ela oferece.
Isso mesmo, inicialmente elas apenas ficam escuras, mas isso não significa que estão estragadas!
Na realidade o escurecimento das frutas acontece por conta da oxidação de elementos que estão presentes nas células das frutas. Elas escurecem porque estes elementos, quando em contato com o oxigênio, mudam de cor.
Uma dica para evitar a oxidação das frutas na volta às aulas, é adicionar a fruta uma pequena gota de limão ou laranja, pois os elementos ácidos presentes em ambas as frutas irão impedir que elas escureçam. A oxidação geralmente acontece com a maçã, banana e pera.

Volta às aulas: Criança segurando fruta

 

Como transportar

Além de frutas, é ideal que as crianças consumam, diariamente, uma porção de carboidrato, alimentos lácteos e uma bebida saudável, como sucos naturais.
Por isso, é extremamente importante se atentar ao tipo de lancheira e recipientes que seu filho leva o lanche.
Sempre dê preferência para garrafinhas e lancheiras térmicas. Principalmente quando houver leite ou algum derivado, pois com o calor estes alimentos estragam com facilidade e rapidez. Muitas vezes o sabor acaba enganando por conta do pouco tempo e, posteriormente, podem surgir reações no organismo das crianças.

Caso você não encontre lancheiras térmicas, uma opção é a térmica com gelo. Essas, geralmente são forradas com material térmico e ainda possuem um compartimento interno para bolsa de gelo.

Para evitar que os alimentos da lancheira interfiram um no sabor do outro, procure envolver sanduíches em papel filme ou alumínio, enquanto as frutas devem estar em recipientes tampados, já cortadas e secas.
Um detalhe importante sobre as lancheiras, é a higienização.
Crianças geralmente não ficam atentas a restos de comida ou sujeita. Então, para evitar cheiros desagradáveis e manchas permanentes, realizar a higienização diária da lancheira é extremamente importante.

 

Meu filho não come frutas! E agora?

Infelizmente, é grande o número de crianças que não se interessam pelo consumo de frutas, legumes e verduras. Mas, desde sempre, é importante que os pais e pessoas próximas tentem com calma introduzir este tipo de alimentação, mas sem pressão.

Aos poucos, envolva o pequeno no processo de montagem da lancheira e de desenvolvimento dos pratos das refeições diárias em família. Faça-o experimentar aos poucos, até que ele entenda que, além de saudáveis, as frutas são saborosas e refrescantes!

É interessante realizar uma imersão com a criança no mundo dos alimentos. Por exemplo, leve-o ao supermercado, feira ou hortifruti para escolher quais as frutas ele quer comer. Desenvolva pratos coloridos que chamem a atenção da imaginação e estômago do pequeno!

Veja mais dicas de alimentação saudável clicando aqui!

Publicado em 04 fevereiro de 2019